Tags

, , , ,

mulchingDescobri uma coisa interessante, o “mulching“, ou seja, a prática de forrar a terra com folhas e galhinhos secos e amassados. Juntando um monte de securas desse inverno absurdo, consegui forrar uma boa parte da terra nua do jardim. Em especial forrei a parte que estava sofrendo na sombra debaixo do sansão-do-campo que cresceu igual um doido, perto do salgueiro e da camélia que estavam também fazendo sombra demais. Resultado, debaixo disso tudo estava um terreiro seco. Agora está assim:

terreno com mulch

mulching

Em torno da camélia plantei umas bromélias – não sei se vai ser uma boa combinação em termos de água e tudo mais, mas ficou bonito. E em torno do salgueiro plantei amendoim-do-campo, para ver se pega e forra. Mas depois, por cima de tudo, coloquei o “mulch”.

 

mulching e bromélias

Fiz a mesma coisa em volta das “azuizinhas”, que foram plantadas em cima daquele banco de terra medonho que tinha sobrado do buraco da fossa nova:

alzulzinhas com mulch

A idéia é que isso proteja a terra impedindo a evaporação da água da rega nessa seca braba; e que, além disso, vá se decompondo e formando uma camadinha de terra boa. Como se fosse um mini-compostinho local. Vamos ver…

De partida já estou mais feliz, porque estava dando tristeza aquela terra nua, e as poças que formavam quando a gente regava… Agora fica mais “protegida” a água, ou pelo menos, parece.

(Outras fotos aqui. Algumas das fotos piores foram tiradas com o computador apoiado no mulch [!])

Links sobre mulch: